Fui pela 1ª vez à Alemanha!!! (9/04/2022)

Hallo gente, fiz 18 anos em Março e a minha mãe ofereceu-me a minha viagem de sonho, à Alemanha, ainda hoje não acredito!

Fiz a minha primeira viagem sozinha e fiquei em casa de familiares, em Stuttgart, mas também passei por Munique e visitei Leonberg e Ludwigsburg.

Quando se fala em Alemanha as pessoas dizem logo que é um país muito frio e sombrio, que o povo é muito introvertido... Eu não achei nada disso, muito pelo contrário, nunca me senti tão em casa, num país que me identificasse tanto e apanhei muito bom tempo!

A cultura alemã é sim mais rígida que a de Portugal, mas achei muito mais saudável. Ao longo dos dias que estive por lá fui partilhando no instagram aspetos da cultura alemã que me admiraram e a comida típica de lá, é tão BOAAAA!!! Na Alemanha existe uma enorme variedade de pães, não passa pela cabeça de ninguém e os alemães bebem diariamente água com gás, é bem estranho!

Os alemães são um povo muito prático e adoram dar as suas caminhadas com uma mochilinha às costas, adoram divertir-se e relaxar, fazer piqueniques e valorizam muito os estudos, em Stuttgart fui a uma biblioteca enorme, lá encontram qualquer tipo de livro, tanto em alemão, como em português, francês, inglês, italiano, espanhol... E algo muito importante e fundamental: valorizam muito a saúde. Em Stuttgart West (Oeste de Estugarda) numa rua havia mais de 5 hospitais, ENORMES, havia um que tinha um telhado enorme onde chegavam pacientes de helicóptero e estão agora a construir um hospital somente para pessoas com cancro!!

Natureza... Os alemães adoram a natureza, preservam bastante os parques e matar um simples inseto é muito ruim, em Ludwigsburg vi pela primeira vez  veados, eles andavam à solta e as pessoas podiam tocar neles no parque, juro foi tão lindo, imaginem um parque com milhares de quilómetros com tudo verdinho, com natureza, onde se ouvem os pássaros, onde encontram palácios construídos na 2ª guerra mundial para guardar material de caça (por que a caça é uma atividade muito típica de lá) e onde conseguem estar em contacto com os animais...

Reciclagem e preservação da natureza é algo excecional lá, os alemães são obrigados a reciclar e existe uma aplicação onde são avisados quando vai passar a carrinha de x lixo especifico. Na altura que estive em Stuttgart passou a carrinha dos "sacos amarelos" e nesse dia todas as casas tinham 2/3 sacos de lixo amarelo à porta de casa para que a carrinha pudesse passar. 

Transportes... Os alemães valorizam muito o andar a pé, como tal em Stuttgart para evitar as emissões de gases com efeito de estufa andam a cortar as estradas e a dificultar alguns trajetos mesmo para as pessoas se habituarem a andar a pé, há estradas que foram cortadas para fazer espaços para socializar, onde as pessoas agora se sentam com o seu copozinho de vinho (algo que estranhei e achei engraçado) e comida, simplesmente a apreciar a natureza e a aproveitar o momento. Há muitos carros elétricos e bicicletas não falta, os alemães andam muito de bicicleta, como tal há diversas espalhadas pela cidade e dá para as alugar, porém são um pouco caras, mesmo de prepósito, para que os alemães tenham a sua própria bicicleta. E em termos de metros e autocarros nem se fala, em Stuttgart temos acesso a tudo e em poucas horas podemos estar noutro país simplesmente com uma viagem no metro. 

Bem... eu fiquei simplesmente sem palavras, ainda fiquei mais motivada para continuar a estudar alemão e ir para lá! Estou ansiosa para voltar à Alemanha!

Ficas-te curioso, gostas do país ou tens algum interesse pelo idioma alemão ?

Sabe mais como foram os meus dias na Alemanha no destaque "Stuttgart" do instagram @ct.e.agora. 

 

 

Curso da Babbel? (29/12/2020)

Hallo, é verdade, comecei a frequentar o curso da Babbel!

Os curso da Babbel custam normalmente 60€ e eu queria muito tirar um curso de alemão, mas queria ser eu a pagar, e não é que houve um Black Friday no dia 3 de Dezembro de 2020 e o curso ficou a 30€? Ora bem, era de esperar que eu fosse aproveitar...

Comecei a tirar o curso de Alemão na Babbel no dia 03/12/2020 e tenho adorado! Os professores da Babbel são super simpáticos, e de 15 em 15 dias mandam-me um e-mail a lembrarem-me do meu progresso e a relembrarem-me do porque de eu ter começado. É super motivador! 

O curso em si é muito idêntico ao curso de inglês da Wall Street English, o qual também já frequentei, só não tem vídeos.  Sou eu quem decide o horário de estudo e quantas aulas faço por dia. Cada aula tem a parte escrita, a parte de audição, de revisão e a parte oral. 

Existe também na Babbel uma espécie de calendário onde é assinado automaticamente quantas revisões fiz por dia e quantas aulas. Depois à medida que as vamos realizando, ganhamos medalhas, que aparecem nas conquistas. No final de cada conquista ("módulo") temos um mini teste e é nos entregue um certificado de conclusão.

Também  podemos definir metas de quanto vocabulário pretendemos aprender num dia, e definir um horário de estudo, recebendo notificações, mas eu nunca utilizei essas funcionalidades, porque nem sempre posso fazer alemão à mesma hora, por causa da escola e do curso de Marketing que ando a tirar.

Na Babbel os níveis estão divididos em: "Primeiros Paços", "Básico I", "Básico II", Pré- Intermédio" e "Intermediário" e só depois de os concluir é que nos é dito no certificado por exemplo, "baseado no nível A2 do Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas".

Neste momento falta-me 1 curso (12 lições) para ir para o Básico I e como já devem ter reparado, estou super emocionada.

Ir para a Babbel foi sem duvida uma ótima ideia, tenho aprendido várias coisas, tanto a nível de gramática, como de vocabulário e cultura, e de facto tenho avançado bem mais rápido do que estudar sozinha. Mas uma coisa é certa, ter andado a estudar sozinha tem-me vindo a dar muito jeito, porque maior parte das coisas eu já entendo com mais facilidade.

Se estão com duvidas se hão-de ou não frequentar a Babbel, na minha opinião, devem! E boa sorte, vocês vão gostar!

Betty

 

Aprender Alemão sozinha? Como comecei ? (12/08/2020)

Hallooo, eu sou a Betty e estou a aprender alemão sozinha!

Comecei a querer aprender alemão em 2018 através da aplicação Duolingo (é boa mas tem alguns erros gramaticais). Entretanto desisti porque via a língua Alemã como difícil e também achava que não tinha tempo para praticar e aprender.

Em 2020 foi o ponto de arranque!

Surgiu o covid-19 e tivemos que ficar de quarentena o que me deu tempo para refletir no que realmente queria e me tornar numa pessoa bem mais organizada em termos de tempo.

Durante a quarentena tornei-me mais do meu melhor amigo que também anda a estudar alemão e que é uma pessoa à qual agradeço bastante, pois sempre foi um exemplo para mim. Lembro-me de ele me dizer que "quando uma pessoa gosta de algo, arranja sempre tempo" e isso levou-me a refletir no que tinha errado em 2018. Eu não me tinha conseguido organizar! E isso é o que falta a muitas pessoas. Não é falta de tempo mas sim, falta de  organização!

Desde que comecei a saber organizar-me tenho conseguido ter tempo para fazer tudo o que gosto.

Comecei por colocar o telemóvel todo em alemão (que é o utensílio que mais uso diariamente) e isso tem me ajudado bastante! Ao inicio não entendia nada quando o ligava, mas agora já entendo maior parte das palavras e já consigo funcionar bem com ele nesse idioma.

De seguida comecei por seguir muitas e muitas páginas de alemão no instagram onde ensinam um pouco de tudo. Têm cultura, gramática, vocabulário, exercícios e até memes! Depois fui para o youtube onde também há muitos canais interessantes e realmente muito bons para aprender - é uma das vantagens desta era digital: ter todo o tipo de informações ao nosso dispor.

E por ultimo comprei 2 livros de alemão para me ir orientando no estudo e instalei a aplicação Quizlet no telemóvel (aconselho bastante, ela  faz jogos com o vocabulário que colocam lá. É engraçado!).

Na altura que estava a começar de aprender recomendaram-me muito o site de Babbel+, dizem que é bastante bom para quem quer aprender idiomas, no entanto não o cheguei  a frequentar e até me tenho desenrascado bem, mas podia estar muito melhor em termos de pronuncia e mais avançada. 

Mas eu vou conseguir, porque tudo é possível com força de vontade!

Quando acharem algo difícil não desistam, olhem com olhos de ver, dediquem-se a querer aprender e depois vão ver que na realidade aquilo que achavam um bicho de sete cabeças nem era tão difícil assim! 

Betty